Ano anterior
2021
Ano seguinte
Data Localidade Nome Idade EC
Estado Civil
S - Solteiro(a)
C - Casado(a)
D - Divorciado(a)
V - Viúvo(a)
Cônjuge Pai Mãe Campa
 
1 08-01-2021 Pardieiros António Correia Duarte (Toino Meco) 71 C Fernanda de Jeus Martins Simões Américo Duarte Celeste Correia P77
2 12-01-2021 Dreia Selina Augusta Marques da Gama 77 V Augusto do Rosário Correia José Marques Paiva Elvira Augusta da Gama B305
3 18-01-2021 Dreia José das Neves (Papas) 92 C Maria Cesaltina Tavares Quaresma António Augusto das Neves Maria Augusta da Costa B102
4 17-02-2021 Pardieiros Aldina de Jesus Fernandes Rodrigues 78 V Horácio Conde Rodrigues Elísio Fernandes Maria do Céu de Jesus Costa P85
5 19-02-2021 Sardal Joaquim de Assunção Antunes (cinzas) 85 V Fernanda Jesus Rodrigues Antunes Alfredo Nunes Maria de Assunção B277
6 03-04-2021 Benfeita Lucinda de Assunção Nunes Dias 90 V Alberto Bernardo Dias António Francisco Nunes Maria de Assunção Jesus B245
7 03-04-2021 Benfita Idalete da Conceição Quaresma Oliveira 77 V Marcelo Nunes do Rosário Oliveira Joaquim Gonçalves Quaresma Benvinda da Conceição B257
8 26-04-2021 Sardal Maria do Céu Duarte 80 V Porfírio Duarte António Pedro Maria da Conceição Duarte B270
9 09-05-2021 Monte Frio Odete Henriques Nunes Almeida 82 C Álvaro Nunes Almeida Júlio Nunes Palmira da Assunção Nunes M109
10 11-05-2021 Benfeita Joaquim do Rosário Oliveira Simões (Quim) 73 S - César Simões Lucinda do Rosário Oliveira B265
11 21-05-2021 Benfeita Carlos Alberto da Gama Dias 73 C Maria Margarida da Costa Albogas António do Rosário Oliveira Dias Hermínia Alves da Gama B53
12 13-08-2021 Benfeita José Alberto Nunes Prata 69 S - César do Rosário Gonçalves Prata Maria Adelina da Assunção Nunes B180
13 21-08-2021 Benfeita Carlos Alberto Balby Salgueiro de Carvalho 75 C Maria Adelina Prata Simões de Carvalho Carlos Henriques Salgueiro de Carvalho Eva de Abreu Balby Salgueiro de Carvalho B194
14 09-10-2021 Monte Frio Olinda Jesus - V Alberto Francisco Duarte - - MJ3
15 21-10-2021 Pardieiros Paulo Jorge Soares Gonçalves (Perdigão) 52 C Maria Márcia Ferreira das Chagas Filipe Rodrigues Gonçalves Maria Alice Soares Gonçalves P72

Lucinda DiasNo dia 3 de Abril, a prima Lucinda partiu para dentro do coração de todos os que a estimaram, em vida, e onde será recordada, para sempre, com muita saudade e ternura.
Lucinda de Assunção Nunes Dias, era filha de de António Francisco Nunes e de Maria de Assunção Jesus, pertencendo, por isso, à laboriosa e estimada família dos Péssimos da Benfeita. Era viúva de Alberto Bernardo Dias, falecido em 12/06/1989 e mãe de Maria Amabília Dias (Bilita) e de Carlos Dias, entre nós conhecido por Carlos da Capela / Alberto Péssimo.
De alma gentil e generosa bem merecia a amizade e simpatia de todos quantos tiveram o privilégio de a conhecer. O seu falecimento, aos 90 anos de idade, não deixou ninguém indiferente na Benfeita, em todos deixando uma enorme tristeza e mágoa.
Esta é uma despedida triste, mas é também o momento para recordarmos com amor esta pessoa tão especial que já não está entre nós. Nada poderá confortar ou amenizar a dor que seus filhos e netos terão, agora, de suportar deixando uma marca profunda nos seus corações e nos daqueles que tanto a acarinharam. Vá com Deus, prima Lucinda, e descanse em paz! Vivaldo.


Joaquim SimõesJoaquim do Rosário Oliveira Simões, o Quim do Areal, faleceu a 11 de Maio de 2021, no estado de solteiro, com 73 anos de idade, vítima de embolia pulmonar. Encontrava-se em Carcavelos, Lisboa, na casa de seu irmão Alfredo, em período de convalescença, após ter sido sujeito a uma operação à próstata no Hospital de São José, Lisboa, em 27/04/2021 (2 semanas antes de falecer). Aparentemente a cirurgia tinha corrido bem e a sua recuperação era considerada normal, sendo o seu súbito falecimento uma enorme surpresa para toda a família e amigos.
Era filho de César Simões e de Lucinda do Rosário Oliveira e neto paterno de Firmino Simões Quaresma e de Leopoldina Gonçalves e materno de Alfredo Nunes dos Santos Oliveira e de Palmira do Rosário Gonçalves.
Embora residente em Lisboa, na Rua das Farinhas (bairro da Mouraria), o primo Quim deslocava-se com alguma frequência à Benfeita, terra onde nasceu e onde tinha casa e uma oficina de carpintaria. Aqui atendia quem necessitasse dos seus préstimos profissionais e aqui se dedicava, também, aos seus hobbies favoritos de pintura de quadros e escultura de casas com palitos de fósforo.
Neste momento de profunda tristeza ninguém fica indiferente à sua partida. Fica em paz, primo Quim!


Zé Alberto Um pouco inesperadamente, porque não se lhe conheciam quaisquer doenças graves, para além de duas ligações perigosas ao tinto e ao tabaco, faleceu a 13 de Agosto (sexta-feira), no estado de solteiro, na sua casa na Benfeita, José Alberto Nunes Prata, na sequência de uma queda, aparentemente provocada por um problema cardíaco.
Era filho de César do Rosário Gonçalves Prata, falecido em Moçambique em 1973, e de Maria Adelina Assunção, com quem vivia, e actualmente com 92 anos de idade. Era neto paterno de José da Costa Prata, padeiro, e de Ressurreição do Rosário Gonçalves, e materno de António Francisco Nunes (Péssimo) e de Maria da Assunção de Jesus.
Nascido na Benfeita em 20/03/1952, o Zé Alberto fez o ensino primário na Escola da Benfeita e o secundário no Colégio São Teotónio, em Coimbra. Era irmão de Maria Margarida Prata Raposo, também nascida na Benfeita em 25/07/1963. Em 1964 sua mãe e irmã foram para Moçambique para junto do pai, tendo vivido no Chiúre, Mirrote e Metoro, onde tinham uma machamba e uma cantina muito conhecida pela tropa que partia de Nampula para Montepuez, Porto Amélia ou Mocímboa da Praia, num local conhecido por "Cruzamento da Viúva", tendo ele ficado a viver com os avós maternos. Fez a tropa nos Comandos, em Lourenço Marques, Moçambique, já depois da morte do pai.
Pessoa de forte personalidade, o Zé Alberto "Péssimo", que contava 69 anos de idade, era muito conhecido na Benfeita e em Côja, local onde trabalhou na empresa Euromadeira, encontrando-se já reformado.
Ao seu funeral, realizado no dia 15 (domingo, feriado, dia de Nossa Senhora da Assunção) compareceram muitos amigos seus que preencheram a lotação máxima permitida (neste tempo de pandemia), da Igreja de Santa Cecília, onde recebeu exéquias religiosas em cerimónia conduzida pelo Padre Daniel Rodrigues. A sua urna foi coberta com a bandeira da Liga de Melhoramentos da Benfeita. Paz à sua alma!