Ano anterior

2019

Voltar ao anuário!

Data Localidade Nome Idade Campa

1

15/01/2019

Benfeita

Isaura de Jesus

93

B134

2

02/02/2019

Sardal

Elisa da Conceição

89

B316

3

07/03/2019

Pardieiros

Natércia do Rosário Lopes Ferreira

86

P62

4

16/04/2019

Monte Frio

Belmira dos Prazeres Gonçalves Arede

78

M112

5

09/05/2019

Sardal

Fernanda Jesus Rodrigues Antunes

85

B277

6

11/05/2019

Benfeita

Maria dos Anjos Rosa

84

B148

7

22/05/2019

Benfeita

Lucinda do Rosário Oliveira

93

B196

8

14/06/2019

Monte Frio

Américo Lopes Marques

89

M59

9

15/06/2019

Benfeita

Palmira do Rosário Oliveira Bernardo Quaresma

78

B99

10

17/06/2019

Pardieiros

José Carlos Ferreira Gonçalves

53

P100

Ângelo RosárioNo dia 12 de Maio, após doença prolongada, faleceu numa clínica privada, em Belas, o Engº Ângelo Fonseca Rosário que, embora natural de Arganil, foi sempre muito dedicado à Benfeita, de onde eram naturais seus pais, Artur Rosário Dias e Adelaide Fonseca, que durante muitos anos foram proprietários da Farmácia Moderna, em Arganil.
O saudoso conterrâneo contava 96 anos, era casado com Maria Margarida Oliveira Rosário e uma pessoa muito estimada, atenção que lhe era devida pelo comportamento exemplar que detinha, respeito, bem-fazer, honestidade, bom trabalho e colaboração em todas as iniciativas relacionadas com o progresso da Benfeita.
O corpo do Engº Ângelo Fonseca Rosário esteve em câmara ardente na igreja matriz de Benfica, onde foi velado e depois das cerimónias religiosas realizou-se o funeral, com grande acompanhamento, para o Complexo dos Olivais, onde foi cremado. [A.N.COSTA]


Lucinda OliveiraA cerca de um mês de completar os 94 anos de idade, Lucinda do Rosário Oliveira, viúva de César Simões, e filha de Alfredo Oliveira e de Palmira do Rosário, faleceu no Centro de Saúde de Arganil com motivo de óbito desconhecido, após urgência por dificuldades respiratórias, uma semana após ter sido operada à anca nos Hospitais da Universidade de Coimbra.
A tia Lucinda era uma pessoa muito afável e cordial, e estava internada no Lar do Centro Social e Paroquial da Benfeita, desde 2015, onde era muito estimada por todo o pessoal e direcção e muito acarinhada pelos seus filhos, nora, netos e sobrinhos, e por todos quantos a conheceram.
De temperamento calmo e tranquilo, a tia Lucinda, era uma alma boa, amiga e atenciosa. Não tinha inimizades porque fomentava a concórdia e a paz.Tinha uma voz serena e cordial e nunca a vi zangada ou exaltada com o que quer que seja ou com quem quer que fosse e terá sempre um lugar cativo na memória e no coração de todos os que a conheceram.
O seu corpo esteve em câmara ardente na Capela de Nossa Senhora da Assunção e saiu da Igreja de Santa Cecília, após missa de corpo presente, pelo Padre Daniel Rodrigues, tendo sido acompanhado ao Cemitério da Corga pela Irmandade de Nossa Senhora da Assunção e de muita gente sua amiga e familiares, onde foi fazer companhia ao falecido tio César. Descanse em Paz, tia Lucinda! [VIVALDO]


Palmira BernardoFilha de Joaquim Bernardo, conhecido e devotado regionalista benfeitense, comerciante do ramo alimentar, estabelecidio em Lisboa com uma Frutaria na Rua dos Correeiros, nos anos 50, 60 e 70 do século passado, e de Maria da Natividade Rosário Oliveira, Palmira do Rosário Oliveira Bernardo Quaresma, faleceu na capital, em 15 de Junho, com 78 anos de idade. A sua partida deixa o coração dos benfeitenses e dos seus amigos mais próximos, mais tristes e desolados.
Era viúva de Aurélio Simões Quaresma, de quem teve um filho, o Paulo Alexandre Bernardo Quaresma e dois netos, o Diogo e a Sara; e irmã de Carlos Alberto Rosário Oliveira Bernardo, já falecido, e de Hermínia Rosário Oliveira Bernardo de Almeida, a quem, nesta data, expressamos os nossos votos de simpatia e mais profundo pesar, neste momento de dor e angústia, bem como a toda a restante família.